sábado, dezembro 21

Envenenar

De tão perto, decifrei em prosa a tua respiração. As nossas vozes amalgavam-se num silêncio confortante. Preencheste a minha pele com pedaços da tua alma, tentaste sobressair os meus pensamentos, e cravaste em mim beijos apaixonantes. Afogámo-nos em suspiros e engasgámo-nos de amor.
Nesta noite, encontrei-te semi-adormecido e observei como os teus ossos se sobressaíam. Conservei em ti, pedaços de mim. Cobri e pressionei os meus lábios contra os teus, e tornei a dançar o silêncio com a tua alma. A luz adormecida do meu lar, estava decorada pelo teu corpo embriagado.
Há imenso tempo que somos o protótipo de noite. Respirei-te e envenenei-me do nosso amor, mais uma vez.

9 comentários:

  1. Se há coisa que eu gosto é de ler palavras sentidas.
    Gostei muito,

    Um beijo :)*

    ResponderEliminar
  2. que doce, que terno. Que belo...

    ResponderEliminar
  3. Como faz lembrar e traz tantas memórias.
    Uma maravilha, fico por cá.

    Segui. *

    ResponderEliminar
  4. "Conservei em ti, pedaços de mim." está tão amoroso, tão terno, tão verdadeiro! senti cada pedacinho do "veneno" que tens no coração, esse veneno a que chamam amor. um beijinho grande <3

    ResponderEliminar
  5. sabes o que sinto de cada vez que leio os teus textos e a cada dia que passa vejo que vais crescendo e eu vou crescendo contigo, a tua maneira de escrever transmite parte daquilo que és. Continua meu amor, e serás grande*

    ResponderEliminar
  6. Ohh tão lindo, gostei muito! <3

    ResponderEliminar
  7. adorei o teu blogue e o que escreves :) sigo-te :3

    ResponderEliminar
  8. oh não me agradeças, vou sempre adorar estas palavras que escreves e que me encantam...! um feliz natal, gosto de te ter por aqui e de te ler, um beijinho grande:)

    ResponderEliminar
  9. Nice*
    Podíamo-nos seguir uma à outra!?
    Diz-me se me seguires e seguirei de volta (:
    Beijinhos,
    pequenaflordemaracuja.blogspot.pt

    ResponderEliminar